Serviço de bombeiro civil

Outros nomes usados como Bombeiro Industrial e Bombeiro Profissional Civil, surgiu na década de 60, pois havia muita necessidade de as empresas terem um profissional com expertise de Bombeiro em suas intermediações, garantindo tanto a prevenção quanto o combate a Incêndios. O bombeiro militar não poderia prestar esse tipo de serviço, pois sua mão-de-obra era e é de exclusividade do governo, então empresas privadas traziam peritos internacionais para treinarem equipes de profissionais contratados como Bombeiros Industriais.



Grande parcela destes profissionais ao concluir o curso recebiam um certificado com o título “Combate a Incêndio Industrial”, pois havia uma pressão naquele tempo pelo domínio do nome "bombeiro", o que dificultou a entrada de novos profissionais no mercado de trabalho pelo desconhecimento de algumas empresas de recrutamento e seleção da época.


Hoje o mercado de trabalho para serviço de Bombeiro Civil e o próprio profissional, estão muito além do profissional das décadas passadas. Seu leque de atividades supre todas as necessidades das indústrias e comércios e a cada dia novos horizontes e perspectivas vêm sendo implementadas.


Normas e legislações fazem menção deste profissional, mensurando além da necessidade das empresas, a garantia de continuidade dos negócios, por meio da preservação de seu patrimônio, das vidas de seus colaboradores e do gerenciamento e contingência das possíveis emergências em um ambiente de trabalho.


Uma conquista muito significativa, foi a promulgação da Lei 11.901 de 2009 que regulamentou a profissão em todo território nacional. Veja a Ementa:

  • Dispõe sobre a aplicação da lei federal nº 11.901, de 12 de janeiro de 2009, regulamenta a profissão de bombeiro profissional civil e disciplina a emissão da carteira de registro de bombeiro profissional civil no âmbito do estado do Rio de Janeiro e dá outras providências.


  • Hoje com expressiva atuação em eventos, edifícios, indústrias, shoppings, arenas esportivas e no comércio, sendo imprescindível para a sociedade, principalmente de nosso Estado, os Bombeiros Civis representam parcela importante do mercado de trabalho.


  • Art. 2o Considera-se Bombeiro Civil aquele que, habilitado nos termos desta Lei, exerça, em caráter habitual, função remunerada e exclusiva de prevenção e combate a incêndio, como empregado contratado diretamente por empresas privadas ou públicas, sociedades de economia mista, ou empresas especializadas em prestação de serviços de prevenção e combate a incêndio.

O leque de atuação do serviço de Bombeiro Civil é vasto, variado e desafiador, desde equipe de prevenção e combate a incêndio em uma empresa, atendimento de urgência em shows, eventos de grande porte, shoppings centers, condomínios, Campus Universitário, Indústrias Químicas, Repartições Públicas, Hipermercado, Terminal de Transporte Coletivo, hotéis e outros.

Em resumo os serviços de bombeiro civil são:

  • A verificação de equipamentos relacionados a incêndio;

  • Treino e exercícios para estar em condições de atender emergências;

  • Prestar primeiros socorros até chegada de serviço médico especializado;

  • Apoiar as atividades da brigada de emergência;

  • Análise de riscos de incêndios;

  • Prevenção e combate ao fogo;

  • Gerenciamento de planos de evacuação;

  • Resgate de pessoas;

  • Intervenção em acidentes elétricos, hidráulicos ou com produtos químicos;

  • Análise e testes em sistemas de detecção e alarme de incêndio;

  • Gerenciamento de viaturas para combate ao fogo e resgate;

  • Análise de sinalização, saídas, escadas e iluminação de emergência;

  • Análise e manuseio de equipamentos de combate ao fogo;

  • Prevenção contra Incêndios;

  • Emergências Industriais;

  • Acompanhamento de Trabalhos de Riscos;

  • Inspeções de Equipamentos de Combate a Incêndio;

  • Treinamento de Brigada de Incêndio;

  • Treinamento e Palestras para colaboradores;

  • Resgate em Altura e Espaço Confinado;

  • Realizar Inspeções e Rondas Preventivas;

  • Prevenção para preservar Vidas;

  • Atendimento pré-hospitalar.

O Bombeiro Civil é uma pessoa que faz um curso profissionalizante previsto na NBR 14.608 da ABNT e na Lei 11.901/2009, esse curso tem carga horária prevista em 240 horas e pode variar para mais dependendo da entidade de ensino. Depois de formado, o profissional anualmente precisa atualizar seus conhecimentos fazendo uma reciclagem e periodicamente estar especializando-se.


Um dado referente à formação e especialização do bombeiro civil, deve ser registrado neste trabalho, é que todo o custo destas formações e especializações, ocorrem por conta do próprio bombeiro civil, exceto a atualização anual, que de acordo com a lei deve ser custeada pela empresa em que o mesmo estiver atuando. Portanto, quando este profissional vai para atuações de suas habilidades, em nenhum momento ele está sendo custeado pelos recursos estatais ou se aproveitando da estrutura do governo para promover concorrência desleal.