Sem sinalização não dá, cuidado!

Sabemos que a principal forma que as pessoas possuem para se comunicar é através da língua ou da fala. Vou além, o uso de palavras de forma falada e escrita são os meios que nós seres humanos usamos para manter uma comunicação fluída e de fácil entendimento.



Acredito que se não houvesse essa forma de comunicação através da fala, nossos antepassados teriam criado outra forma para a troca de informações. Tanto é que já há muitos anos os brasileiros conhecem e usam a linguagem de sinais (Libras), além de ser uma forma de comunicação muito bonita a meu ponto de vista, também ela é um idioma reconhecido por lei no nosso país – com estrutura e regras próprias – e não um monte de gestos que explicam o português.


Falando em forma de comunicação através de sinais, há uma norma regulamentadora conhecida como NR 26, que faz uso de sinalizações como forma de comunicação para garantir a prevenção e a segurança de pessoas em um determinado ambiente de trabalho.


A Norma Regulamentadora de número 26 (NR 26), padroniza as cores de todas as suas comunicações para garantir a organização e o fácil reconhecimento de um determinado aviso de segurança, a fim de indicar e advertir acerca dos riscos existentes em um ambiente de trabalho.


A NR 26 tem a obrigação de informar os riscos existentes nos locais de trabalho e alertar para a necessidade de prevenir acidentes que podem colocar em risco a integridade física dos colaboradores. Em outras palavras esta norma é um grande pilar da segurança do trabalho, segurança patrimonial e preservação da vida.


Confira abaixo as cores estabelecidas pela NR 26 e seus significados:


  • Vermelho: indica e diferencia equipamentos e demais aparelhos que podem ser utilizados no combate a incêndios, tais como: caixa de alarme de incêndio, bombas de incêndio, hidrantes, extintores, sirenes de alarme, etc;

  • Laranja: deve ser utilizada onde há partes móveis de equipamentos e máquinas, que podem colocar a integridade física do trabalhador em risco;

  • Amarelo: indica “Cuidado”, e deve ser aplicada em corrimões, pisos molhados ou escorregadios, partes inferiores de escadas, parapeitos, bordas desguarnecidas, entre outros;

  • Verde: indicação para EPIs e caixas de primeiros-socorros;

  • Azul: significa “Segurança”, e indica canalizações de água, chuveiros de segurança, localização de EPIs, entre outros dispositivos de segurança;

  • Roxo: sinaliza locais onde há material radioativo enterrado;

  • Branco: indica corredores e passarelas de circulação de pessoas, localização de resíduos, setores de armazenagem, localização de bebedouros e até zonas de segurança;

  • Preto: utilizada para sinalização de coletores de resíduos, exceto os que têm origem na área de saúde.


A NR 26 determina a seguinte classificação no caso da indicação de cores para tubulações:


  • Laranja: produtos químicos não gasosos;

  • Amarelo: gases não liquefeitos;

  • Azul: ar comprimido;

  • Branco: vapor;

  • Cinza: vácuo e gases liquefeitos, combustíveis de baixa viscosidade e inflamáveis;

  • Preto: eletroduto e substâncias inflamáveis, bem como combustíveis de alta viscosidade;

  • Marrom: petróleo bruto e materiais fragmentados (minérios);

  • Verde: água, com exceção do que é utilizado para combater incêndios

  • Vermelho: água e outras substâncias que possam controlar incêndios.


Veja algumas especificações abaixo em relação as cores:


De acordo com a norma, devem ser adotadas cores para segurança em estabelecimentos ou locais de trabalho, a fim de indicar e advertir acerca dos riscos existentes. [26.1.1]


As cores utilizadas nos locais de trabalho para identificar os equipamentos de segurança, delimitar áreas, identificar tubulações empregadas para a condução de líquidos e gases e advertir contra riscos, devem atender ao disposto nas normas técnicas oficiais. [26.1.2. ]


Um conselho muito importante que a norma recomenda é, que a utilização de cores não dispensa o emprego de outras formas de prevenção de acidentes. [26.1.3]


Como o foco do colaborador é trabalhar, fazer o uso da mão-de-obra. A NR 26 fazer o uso de cores o mais reduzido possível, a fim de não ocasionar distração, confusão e fadiga ao trabalhador. [26.1.4]


Lembrando que o foco principal da comunicação via sinalização, é a segurança das pessoas que transitam em um determinado ambiente corporativo. Para que todos os colaboradores entendam os significados de cores e avisos e como fazer o uso de cada um deles, se vê a necessidade de treinamento para todos os empregados.


a)Para compreender a rotulagem preventiva e a ficha com dados de segurança do produto químico;

b)Sobre os perigos, riscos, medidas preventivas para o uso seguro e procedimentos para atuação em situações de emergência com o produto químico.


Fonte: Redação dada pela Portaria SIT 229/2011





19 3384-4840   |  19 9 9237-1055

atendimento@safetyework.com.br

Avenida Santana, n°1841,  Amanda I

Hortolândia-SP 

© Copyright  - 2018 

Trabalhe conosco

Somos credenciados como Centro de Formação de Bombeiro Civi pelo Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo

 

Confira nosso credenciamento, click neste link e digite o nome baixo:

FIRE SOLUTIONS TREINAMENTOS E SERVIÇOS EM SEGURANÇA LTDA

  • LinkedIn ícone social
  • YouTube
  • Facebook
  • Instagram

Estamos nos detalhes finais para a certificação da ISO 9001

selo de qualidade.png