Gerenciamento de planos de evacuação

Aprenda como criar um plano de emergência para que seu pessoal saiba o que fazer em caso de incêndio.


O que é um plano de evacuação?

Se você for um empregador, proprietário ou ocupante de instalações que não sejam uma "residência particular'', é sua responsabilidade manter as pessoas seguras em caso de incêndio.



Embora a prevenção seja sempre melhor, você também é obrigado por lei a fazer um plano detalhado de emergência contra incêndio, para que seu pessoal possa manter a si mesmo e ao público fora de perigo.


O que deve ser coberto em seu plano de evacuação?

Um plano de evacuação simples deve mostrar que você tem:

  • Um sistema de detecção de incêndio adequado;

  • Um processo para identificar alarmes falsos;

  • Uma compreensão clara de quem liga para a emergência;

  • Uma passagem livre para todas as rotas de fuga;

  • Rotas e saídas adequadas para as pessoas escaparem;

  • Rotas de fuga claramente marcadas - devem ser as mais curtas e diretas possíveis;

  • Portas de emergência que abrem facilmente - e iluminação de emergência, se necessário;

  • Fornecer treinamento para que seus funcionários saibam como usar as rotas de fuga;

  • Estabeleça um ponto de encontro seguro para a equipe;

  • Consideradas as necessidades de qualquer pessoa que não consiga escapar rapidamente em caso de incêndio - por exemplo, cadeirantes ou pessoas com deficiência visual.

Encontre orientação sobre como considerar as necessidades das pessoas com deficiência nos regulamentos internos da sua empresa "Avaliação de risco de segurança contra incêndio: meios de fuga para pessoas com deficiência." Caso a empresa não tenha um modelo de regulamento que observe questões como a acessibilidade, é necessário então criá-lo o quanto antes.


O que mais você deve considerar em seu plano de evacuação contra incêndio?

Outros tópicos importantes a serem cobertos incluem:

  • O que fazer ao descobrir um incêndio;

  • Como avisar outras pessoas em caso de incêndio;

  • Chamando o corpo de bombeiros;

  • Evacuação das instalações, incluindo aquelas particularmente em risco;

  • Isolamento de energia / processo;

  • Locais de reunião e lista de chamada;

  • Ligação com serviços de emergência;

  • Identificação das principais rotas de fuga;

  • Que equipamento de combate a incêndio você fornece - e onde ele está localizado;

  • Responsabilidades específicas de cada um em caso de incêndio;

  • Lembre-se de testar seu plano de emergência praticando-o regularmente.

O plano de evacuação tem que ser formal?

Depende das suas circunstâncias. Se você responder 'sim' a qualquer uma das seguintes perguntas, será necessário registrar o plano:

  • O ambiente pelo qual você é responsável é licenciado - por exemplo, um Shopping, clube, teatro de cinema;

  • Exige um Aviso de Alterações ao abrigo da Ordem de Segurança contra Incêndios.

Precisa de ajuda para desenvolver seu plano de emergência? Fale conosco, somos uma empresa especializada em prevenção e combate a incêndios e serviços de bombeiro civil.